terça-feira, 19 de maio de 2009

Rede de intrigas... e de maldades


As cenas do contrangimento público sofrido por uma criança no programa de Sílvio Santos - já pela segunda vez - dizem quase tudo sobre a tv aberta no Brasil. O presidente do Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente do Rio ficou chocado com as imagens que viu. — "Ela aparece em situação de sofrimento, denotando ameaça a seus direitos fundamentais, especialmente a integridade psíquica — disse Carlos Nicodemos, membro da OAB/RJ: — Gostaria de saber que fundamentação o juiz usou para autorizar uma criança de 6 anos a trabalhar", concluiu. Quem assistir à gravação que circula no youtube vai poder observar a rápida hesitação inicial e a complacência posterior do auditório com a insensibilidade do animador.

O episódio faz lembrar o filme Belíssima (1951), de Luchino Visconti, no momento em que Ana Magnani, no papel de Madalena Cecconi, lamenta ter exposto a filha às engrenagens da cultura de massa.

3 comentários:

Anônimo disse...

A tv brasileira apela demais pra o sensacionalismo... lamentável.

SSquirra disse...

Faro,

Muito pertinente sua colocação e indagação. De fato, a desatenção da chamada "classe jurídica" permite estes constrangimentos, que acabam divertindo muitos tendo em vista os lados obscuros das mentes. Vivemos em uma sociedade "em construção", onde questões básicas das estruturas sociais convivem lado-a-lado com certas complexidades de 1o. mundo. O livro Vida-O filme, de Neal Gabler (Cia das Letras, 2000), que tem como subtítulo "como o entretenimento conquistou a realidade" trata disto (na sociedade norte-americana) e pode servir como um bom exemplo da sanha da mídia e as distintas formas de comércio do ser humano que se vê em todos lugares. Excelente blog o seu!
Squirra

Marcos Paulo da Silva disse...

Prof. Faro,
Apesar do debate ainda necessitar de aprofundamento, creio que o episódio pontual protagonizado por Silvio Santos resultou em uma ação quase imediata da justiça:
http://natelinha.uol.com.br/2009/05/22/not_22624.php

Sobre suas últimas postagens, me chamou a atenção o filme Zeitgeist, cuja primeira edição eu já havia assistido tempos atrás. Um "soco no estômago" necessário!

Parabéns novamente pelo blog!
Abraços
Marcos Paulo da Silva