sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Crise do Jornalismo é isto...

Impacto da queda da inflação foi subestimado, dizem analistas

A notícia foi publicada no Estadão de hoje e revela, como poucas, a crise do jornalismo, não propriamente essa a que se referem as discussões bizantinas sobre o impacto das tecnologias digitais nos veículos impressos ou a avaliação equivocada (como penso que seja) segundo a qual a internet, a blogosfera, os sites de notícias estão emagrecendo a captação de dinheiro pelos jornais. O que a notícia revela é o fim do jornalismo como prática mediadora da realidade, como instrumento de avaliação pública das contradições do noticiário, como esvaziamento e mediocrização da função do repórter...

É simples de entender: com o quê, então, os economistas, que disputam a tapa a feira de vaidades em que suas entrevistas se transformaram, não foram desmentidos ou questionados por nenhum jornalista enquanto deliravam sobre a gravidade da crise econômica no Brasil? Nenhum deles soube produzir qualquer análise que permitisse aos leitores uma perspectiva diversa das vozes da especialização acadêmica?

O Ministro da Educação homologou ontem o parecer do Conselho Nacional de Educação que institui as novas diretrizes curriculares para os cursos de jornalismo. Já li o documento algumas vezes e infelizmente esse déficit cultural que os profissionais da imprensa exibem de forma cada vez mais grave vai continuar se agravando enquanto o universo da operacionalidade noticiosa se sobrepuser à qualificação intelectual dos profissionais, nos veículos e nas escolas...
______________________________

Nenhum comentário: