domingo, 23 de fevereiro de 2014

Milícias fascistas tomam o poder na Ucrânia...

A desinformação e o despreparo da imprensa brasileira na cobertura da guerra civil na Ucrânia pode levar à ingenuidade de supor que o país assistiu a uma revolução democrática. Tudo indica que é o cotrário: Kiev está nas mãos de grupos de extermínio de extrema direita que jogam a favor dos interesses financeiros europeus e estadunidenses. Para evitar que a mídia, mais uma vez, construa uma realidade que não existe, sugiro a leitura dos textos abaixo:
* Ucrânia: do carnaval laranja às cinzas da guerra civil. Pedro Aguiar, da UFF (Opera Mundi)
* Laços indiscretos entre EUA e neo-nazistas. Max Blumenthal (via Outras Palavras)
* O que está em jogo na Ucrânia. Timothy Garton Hersh (El País)
* As fronteiras de um país bipolar. Pilar Bonet (El País)
* Ex-premiê pede votos e prisão de líder deposto. Lourival Sant'Anna (Estadão)
______________________________

Nenhum comentário: