sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Austeridade bate no bolso dos empresários do ensino...

A racionalidade do sistema educacional brasileiro não tem nada a ver com aquilo que se espera de seus atores principais: produção de conhecimento e ensino qualificado. Agora mesmo, a miopia do governo federal e a ganância dos empresários do ensino podem frustrar milhares. Não chegou a hora de mudar o rumo do setor?
Acho que é uma coisa exclusivamente brasileira: o sistema de financiamento da mediocridade do ensino privado que o governo mantém já há mais de uma década. Trata-se de uma drenagem de recursos públicos que desemboca nas mãos de um dos maiores equívocos que nossa história registra: o complexo financeiro que engendrou o Prouni, o Fies, o Pronatec e que ainda conta com recursos do BNDES e do mercado de ações para algumas empresas que se aventuram na roleta russa das bolsas de valores (continue a leitura).
______________________________

Nenhum comentário: