terça-feira, 21 de abril de 2015

PL 4330: cresce a indignação nacional contra a terceirização

Não faltam argumentos para que a presidente Dilma vete integralmente essa aberração desumana e cruel que é o projeto de terceirização do trabalho. Se não o fizer, penso que ela deve ser afastada do governo por crime contra a Constituição. E a facção dos deputados que apoiam a iniciativa, junto com o presidente da Fiesp, todos devem ser igualmente processados por práticas anti-sociais. Neste caso, levando em conta quem são Michel Temer, Eduardo Cunha e Renan Calheiros, a presidência deve ser exercida interinamente pelo presidente do STF. O Brasil não pode ser governado por essa gente.

Por falar neles, vale a pena acompanhar um pouco mais de perto a desenvoltura dos partipantes no convescote que João Doria Júnior organizou na Bahia com representantes do "PIB político e privado", isto é, a nata do conservadorismo nacional (continue a leitura).

Sobre o sentido nefasto da terceirização:

★ Manifesto contra o PL 4330 ★ Crime contra os trabalhadores. Artigo de José Geraldo Santana de Oliveira, da Confederação dos Trabalhadores em Estalecimentos de Ensino (Contee) ★ Leia a matéria do Sindicato dos Professores de São Paulo (SINPRO-SP): Fundo do poço tem nome: a votação do PL 4330 na Câmara ★ Leia também: Para ministros do Tribunal Superior do Trabalho, a terceirização provocará gravíssima lesão social de direitos trabalhistas ★ aqui o dossiê da Boitempo com a coletânea de artigos contrários à decisão da Câmara dos Deputados  No México também foi aprovada a terceirização. Saiba aqui o que aconteceu com os trabalhadores.
______________________________

Nenhum comentário: