domingo, 29 de novembro de 2015

Expropriação e nacionalização da Samarco e da Vale do Rio Doce... no mínimo

Como é que empresas como a Samarco e a Vale do Rio Doce podem continuar operando impunemente no Brasil. Não é o caso de nacionalizá-las, expropriar seu patrimônio e mover contra seus dirigentes um processo na Corte de Haia sob a acusação de genocídio?

Fiquei muito impressionado com a matéria Uma Chernobyl de lama no Brasil, de Ana Lúcia Azevedo, publicada no Globo deste domingo. É um retrato bastante dramático da paisagem deixada pela ação criminosa da Samarco e da Vale do Rio Doce. Não há nada de novo na reportagem, exceto a energia indignada e melancólica que a jornalista não consegue esconder diante do cenário composto das várias dimensões da destruição. Até agora, nem das autoridades mineiras, que insistem em minimizar o que ocorreu, nem dos responsáveis pelas empresas que provocaram o estrago, há qualquer manifestação compungida e honesta, de arrependimento e disposição de ajuda para minimizar alguma coisa. O que há é cinismo...

Relaciono abaixo as notícias que dão conta desse contraste existente entre a humilhação que o Brasil sofre sistematicamente nas mãos dos interesses empresariais e o ar despreendido e blasé dos criminosos. Vale a pena ler, guardar e alimentar a convicção de que uma campanha pela expropriação dos bens da Samarco e da Vale do Rio Doce, não como garantia de indenizar qualquer coisa, mas como medida de soberania e punição, talvez seja o único caminho de algum resgate da dignidade brasileira.

Clique para ler: Lama da Samarco: biólogo aponta impacto por 100 anos na vida marinha * Relator do Código de Mineração foi reeleito com milhões do setor * Tragédia em Mariana: quem recebe dinheiro da Vale * Desastre em Mariana foi acidente ou crime? É precipitado avaliar, diz ministro * Deputado favorece empresas em nova lei da mineração * MP pode pedir a prisão do presidente da Samarco * Desastre em Mariana: O assassinato das mineradoras * Desastre em Mariana: Samarco cita risco de rompimento e diz que não é hora de pedir desculpas * Lama invade área sensível para reprodução de peixes e crustáceos * Mineradora engavetou plano para alertar vizinho de barragem em MG * Vale é acusada de crimes ambientais em Nova Lima (MG) * A ajuda de Kátia Abreu às vítimas de Mariana: “Enviar roupas” * Juiz acusa Samarco de esconder dinheiro para evitar bloqueio * Senado prepara novas tragédias de Mariana * Vale se esquiva de responsabilidade em Mariana e promete fundo para rio * Assustador retrocesso ambiental. Governo mineiro aprova nova legislação que favorece Vale. Entrevista especial com Maria Teresa Viana de Freitas Corujo * Samarco joga lama removida ao lado de rio  * Justiça dá 3 dias para Samarco apresentar impactos em barragens.
______________________________

Nenhum comentário: