domingo, 14 de fevereiro de 2016

Norberto Bobbio: o ofício de viver, o ofício de ensinar, o ofício de escrever

Respeito ao outro como sujeito contra o rebaixamento
do outro a objeto

Passei um bom pedaço deste domingo às voltas com a leitura da entrevista feita com Norberto Bobbio pelo jornalista Pedro Polito em 1999 (originalmente publicada em Estrato della Nuova Antologia, por ocasião do aniversário de 90 anos do pensador italiano. Bobbio (1909-2004), como muitos sabem, é uma referência fundamental do pensamento contemporâneo e marcou sua presença no cenário da cultura internacional pela profundidade e amplitude de suas reflexões, sempre imunes a simplificações autoritárias e sempre fundadas na essência do esclarecimento e na consistência do exercício da argumentação.

No Brasil, a entrevista foi traduzida e publicada pelo Instituto de Estudos Avançados da USP, em 2006, e me parece um importante inventário intelectual que Bobbio nos oferece ao ilustrar por que para a geração que sobreviveu à II Guerra e à crueldade do nazi-fascismo o diálogo como prática intelectual tornou-se uma necessidade, certamente expressa nesses três ofícios que dão título à entrevista: viver, ensinar, escrever.

Penso que eles reúnem e estão presentes na condição essencial de qualquer formação social: uma educação humanista que submete à sua lógica e racionalidade o aparato tecnológico e instrumental que nos cercam, ainda mais agora quando a estupidez empresarial ameaça se transformar em paradigma de sociabilidade. Não seremos nós, professores, que iremos permitir isso...

Como as aulas se reiniciam amanhã e como percebo em muitas instituições de ensino um abandono desses pressupostos em favor da desintelectualização das práticas didático-pedagógicas, achei oportuno postar aqui o conjunto de reflexões com as quais tanto o entrevistador quanto o próprio entrevistado nos presenteiam; talvez mais do que reflexões... o balanço de uma era que precisa ser preservada.

* Acesse aqui a íntegra da entrevista de Bobbio e inspire-se para o semestre letivo.
______________________________

Nenhum comentário: