sábado, 26 de março de 2016

Evento internacional humilha o Brasil

Esse seminário "internacional" que o "ministro" Gilmar Mendes está organizando em Portugal humilha e envergonha o Brasil aos olhos do mundo. Na verdade, tudo não passa de uma picaretagem de conspiradores da pior espécie. Um bando de anti-brasileiros que estão exibindo em dimensão internacional seu desrespeito por nossas instituições democráticas. Gente como Skaf, Serra, o próprio Mendes, são motivo de chacota por onde quer que andem. E não é para menos: já imaginaram Aécio Neves dissertando sobre Desafios dos regimes democráticos no constitucionalismo contemporâneo, que é o título da "palestra" que fará no evento? Para que se tenha uma ideia disso tudo, vale a pena ler a íntegra da matéria sobre o assunto publicada no GGN, de Luis Nassif: Governo e juristas portugueses fogem do seminário de Gimar em Lisboa.

O que pouca gente sabia é que Gilmar Mendes não procura apenas o respaldo internacional para os golpistas que o acompanham, mas também algum tipo de prestígio para sua empresa, o Instituto de Direito Público, uma espelunca que oferece cursos na mesma linha do descalabro em que se transformou o ensino privado no Brasil. Leia mais em O golpismo além-mar de Gilmar Mendes (Carta Maior).

Em compensação, para Esquivel, crise lembra queda de Lugo, no Uruguai (Folha), para Evo Morales convoca Unasul para defender democracia brasileira (Opera Mundi), para Pepe Mujica Direita brasileira não quer perder seus privilégios (Opera Mundi)
______________________________

Nenhum comentário: