quarta-feira, 30 de março de 2016

Velhacos...

Dentro de nós existe algo que não tem nome
 e isso é o que realmente somos...
(Saramago)

Não gosto das propostas de  Marina Silva e nunca tive simpatia pelas composições que fez para ganhar as eleições do ano passado, mas reconheço a pertinência com que classificou e analisou a atitude do PMDB de abandonar o governo Dilma. 

Abaixo, a transcrição do texto postado ontem na sua página do facebook:

Em três minutos, apenas três minutos, e por unanimidade dos diretórios presentes, o PMDB abandonou o governo do qual foi o maior sócio e beneficiário nos últimos 13 anos. Nenhuma satisfação à sociedade, nenhum pedido de desculpas por ter sido igualmente responsável por tudo o que levou à situação atual, nenhuma autocrítica, nenhuma proposta. Apenas a jogada política supostamente magistral para tentar se descolar da crise política e reinventar-se como solução. Continua o mesmo e velho PMDB tentando renascer das cinzas da fogueira que ele ajudou a atear.
______________________________

Um comentário:

Anônimo disse...

Apesar de discordar quanto à Marina Silva, concordo com você sobre a clareza com que a ex-ministra definiu a postura do PMDB. Abs, Marli