domingo, 24 de abril de 2016

Nassif volta à carga e Temer, escondido pela Globo, só tem 8% de aprovação dos eleitores.

O jornalista Luis Nassif, não contente em ter desancado o STF inteiro ao cobrar da Suprema Corte alguma coerência na avaliação da farsa em que se transformou o golpe parlamentar contra a presidente eleita Dilma Rousseff, agora vai para cima da jugular do decano do tribunal, o ministro Celso de Mello ("um blefe" no STF, segundo o editor do GGN).

Nassif não faz muita cerimônia para definir a atuação de Mello: "seu conhecimento enciclopédico não está a serviço do discernimento. Na economia, seria um cabeça de planilha: o sujeito capa de montar planilhas complexas, séries estatísticas enormes, correlacionando índices de fome incorreta". Um néscio... Vale a pena ler o documento divulgado aqui via Blog do Miro.
Enquanto isso...
Temer nos faz lembrar do filme
O homem que não estava lá, dos irmãos Cohen: "não

sou um barbeiro; eu só estava lá", diz o personagem
principal da trama, vítima de acontecimentos que não 
controla.

Na foto ao lado, no banco de trás do veículo, o pulha Michel Temer, escondido das vistas do povo - que ele teme mais que o demo -, segue inseguro sobre o seu destino.

E não é para menos: pesquisa feita pela Globo, mas divulgada sem nenhum alarde, dá conta de que mirrados 8% dos entrevistados apoiam sua eventual chegada à Presidência da República (leia aqui). Pior que isso, só mesmo o Filipão depois dos 7x1 para a Alemanha.
______________________________

Nenhum comentário: