quarta-feira, 20 de julho de 2016

Escola sem Partido: violência irreparável contra a inteligência

Leandro Karnal, no Roda Viva: Escola sem Partido é fruto de uma direita delirante e consagra
a demonização da política que o Brasil herdou da ditadura militar.
Assista ao vídeo

Minha sugestão é para que todos leiam a íntegra do projeto de lei apresentado pelo senador Magno Malta (PLS 193/206) cujo objetivo é - conforme diz a própria ementa do documento - incluir "entre as diretrizes e bases da educação nacional (...) o 'Programa Escola sem Partido". O documento está disponível na página do Senado destinada à consulta pública sobre o PL (aqui) e o interessado pode aproveitar para dar o seu pitaco em torno do seguinte dilema: essa engenharia de maldades contra o pensamento e a inteligência que o Sr. Magno Malta conseguiu desenvolver (sabe-se lá como) deve continuar tramitando? 

A proposta não é apenas reacionária no seu espírito, ela é violenta no seu método: coloca à execração da comunidade escolar a mais legítima e brilhante prerrogativa do magistério que é a liberdade de pensamento. É uma iniciativa tomada com o objetivo deliberado de constranger, policiar, censurar, vetar, negar evidências e reflexão - tudo o que a Educação repudia para que possa sobreviver como instrumento de emancipação do Homem.

Sugiro as leituras abaixo para que seja possível atentar para o contexto de dissolução da Ética em que uma miséria de Projeto de Lei como esse do Sr. Malta corre o risco de se transformar em norma legal. 

______________________________

Nenhum comentário: