quinta-feira, 18 de agosto de 2016

O sequestro da democracia

Coletivo de ativistas Vigência põe a nu a essência da crise política brasileira e os interesses envolvidos no golpe contra a vontade popular representado pelo impeachment da presidente eleita. As informações - das quais retirei a foto ao lado - são do site Outras Palavras que é parceira no lançamento do livro A privatização da democracia: um catálogo da captura corporativa no Brasil (leia mais aqui).

Mais uma vez, ao longo das contradições que o Brasil tem vivido, é a articulação política e midiática contra-hegemônica que enriquece a esfera pública com suas práticas comunicacionais. O pessoal costuma dizer que numa guerra, a principal vítima é a verdade. No caso brasileiro, a principal vítima da armação conservadora e anti-social que pode eventualmente ser consumada com a aprovação do impeachment de Dilma foi o modelo de imprensa ao qual estamos submetidos. Fomos salvos disso pela comunicação alternativa...
______________________________

Nenhum comentário: