quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Canalhas


O senador Roberto Requião deu o tom definitivo da armação golpista e ilegal que afastou Dilma Rousseff do governo e acabou por transformar o adjetivo canalha (*) no conceito que melhor resume o estado de dissolução das práticas políticas brasileiras. Além de assistir ao vídeo acima, vale a pena ler o texto de Kiko Junqueira no Diário do Centro do MundoCanalha, canalha, canalha: a homenagem de Requião a Aécio fica para a história - e a matéria de Marina Rossi no El País - Por que tanta ênfase nos "canalhas" no Senado? - para entender esse novo regramento imoral com o qual as elites brasileiras passam a promover a rapina do Brasil.

Penso que é o apelo da própria Dilma que surge como diretriz política renovadora para enfrentar os tempos difíceis que vêm por aí: resistir. Superar a tibieza do movimento sindical e as articulações irresponsáveis e oportunistas do PT, ocupar as praças, as fábricas, as igrejas, as escolas, inviabilizar nas ruas as políticas anti-sociais pretendidas pela quadrilha de Temer. 

Canalhas: adjetivo de dois gêneros 1relativo a ou próprio de pessoa vil, reles. 2adjetivo e substantivo de dois gêneros que ou aquele que é infame, vil, abjeto; velhaco.
______________________________

Nenhum comentário: