sábado, 18 de março de 2017

Carne Fraca: à altura de Temer, seu ministério, parlamentares, empresários e golpistas de todo tipo

Flagrante do fornecimento de carne podre de todo o tipo para o consumo interno e externo pode ser o fato que completa e consuma do estado de dissolução a que o país chegou nas mãos dos golpistas de 2016: Temer, imagino, não é beneficiário disso, mas acoberta de forma sistemática seus protagonistas,  seja no prestígio que lhes confere (parte da lista dos envolvidos em irregularidades equivale a praticamente todo o seu ministério), seja no apoio político que recebe de gente graúda do agro-negócio, dos bancos, das indústrias, do comércio. O ambiente da articulação que comanda o ataque contra a população e contra os direitos sociais sintetiza essa conjuntura, certamente a mais indigna de todas as que a História viu passar no mundo inteiro, é o mesmo que exibe o desprezo pela lei e pela ética. 

Vale a pena acompanhar o noticiário sobre o assunto e engrossar as redes sociais com apelos para que a população exija de toda a rede a incineração de todo o tipo de carne que possa ter sofrido adulteração e a prisão imediata dos suspeitos envolvidos no esquema.

* Xadrez para entender a operação Carne Fraca (Luis Nassif, GGN) * Carne vencida e mascarada com produtos cancerígenos: o escândalo que atinge as maiores empresas do Brasil (BBC) * Pagamento de propina é prática antiga no setor de carne, dizem executivos (Folha) * O que se sabe sobre o escândalo que atinge as maiores empresas do Brasil (Uol) * Frigorificos usavam vitamina C para mascarar carne estragada, diz PF (Uol) * Osmar Serraglio não notou, mas está em apuros (Josias de Souza, Uol) * Planalto teme que ministro da Justiça seja alvo de novas denúncias (Uol).
______________________________

Nenhum comentário: