domingo, 7 de maio de 2017

Reforma trabalhista: o contexto da entrega do país e da crueldade contra os brasileiros

Reforma faz trabalhadores brasileiros regredirem
a garantias sociais do século XIX e consolida o Brasil
 como pastagem dos interesses estrangeiros

Artigo de Clemente Glanz Lúcio, publicado  no blog do Nassif


O Brasil está barato e a riqueza financeira internacional cada vez mais ávida para achar ativos que a façam crescer. O país se entrega ao capital externo, com concessões de vantagens, crédito e segurança cambial

Os potenciais investidores não querem ver as reformas rejeitadas

Está em curso um projeto de entrega dos principais ativos produtivos do Brasil ao capital estrangeiro. É bem verdade que os donos da riqueza financeira internacional estão satisfeitos com os ganhos que o rentismo brasileiro tem proporcionado, mas sabem que é possível muito mais e por um período maior. O máximo retorno no menor prazo é uma boa forma sintética para descrever o objetivo do capital financeiro pelo mundo, mas, com tudo o que o país tem a oferecer, um investimento mais longo aqui vale muito a pena (leia o artigo na íntegra).
______________________________

Nenhum comentário: