sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

À beira do colapso

Temer é um fantoche do capital, dos corruptos e da grande mídia 

Nada poderia ser mais corrosivo e 
tóxico do que a presença de Temer na presidência da República, motivo pelo qual sempre acreditei que o movimento Fora Temer tinha um perfil estratégico, mais do que meramente panfletário ou propagandístico. Não deu certo. O resultado é o que está aí. A autorização para a intervenção militar no Rio é o ponto alto da deterioração do poder civil ao qual todos os golpistas se dedicaram... em nome das reformas anti-sociais. O Brasil está fora de qualquer controle. 

As matérias abaixo falam sobre esses acontecimentos recentes no contexto mais amplo da crise política. Como disse numa postagem do Facebook, se o curso dos acontecimentos não for interrompido por um movimento civil-liberal que adote um programa de salvação nacional de ampla abrangência representativa, caminhamos para um novo ciclo totalitário.

* Sobre a intervenção (Estadão) * Intervenção militar no Rio leva o Golpe para novo patamar (Ninja) * Há um curto-circuito no coração do golpe0 (Jornalistas Livres) * A violência no Brasil e o risco da tirania dos homens armados (IHU) * A intervenção representa a bolsonarização do governo Temer (Revista Fórum) * Brasil acordo mas próximo de uma ditadura militar (vídeo, Revista Forum) * O decreto (texto e análise em doc pdf).
______________________________

Nenhum comentário: