segunda-feira, 12 de março de 2018

Promiscuidade e cinismo

Ela, ministra do STF, juíza; ele, presidente da República, investigado: encontro entre os dois revela ambiente institucional contaminado por práticas nunca vistas. O descaramento público e desavergonhado supõe que ambos se imaginam senhores dos mecanismos que ocultam a indignidade e a impunidade. Felizmente, é a História quem sempre dá a palavra final... Não deixe de ler a íntegra da matéria de Fernando Brigo publicada no Diário do Centro do Mundo:

Nenhum comentário: