quinta-feira, 1 de março de 2018

STF protege desmatadores e exibe conivência com crime ambiental

Decisão da Supremo Tribunal Federal emite sinal inequívoco: a primazia do interesse privado sobre o interesse público como norma reguladora em todas as dimensões da vida nacional é pra valer e vai estruturar uma longa estiagem social

Supremo Tribunal Federal (STF) manteve nesta quarta-feira a anistia a crimes ambientais cometidos antes de 2008, conforme determinado pelo Código Florestal. O perdão de multas aplicadas por desmatamento ilegal em áreas de preservação e reserva era o principal ponto criticado por ambientalistas, motivo de ações movidas no STF em 2012 (leia aqui a íntegra da matéria publicada pelo IHU).
______________________________

Nenhum comentário: