terça-feira, 10 de abril de 2018

Lula, por Eliane Brum

Difícil deve ser para os canalhas golpistas
 enfrentar essa distância amarga do povo...
Compreender as contradições de Lula e do PT no poder é mais importante e urgente para o país do que construir um mitoA reportagem é de Eliane Brum, escritora, repórter e documentarista, publicada por El País, 09-04-2018.
“Eu não sou mais um ser humano. Eu sou uma ideia.” A frase do discurso de Luiz Inácio Lula da Silva antes da prisão, no palanque do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, já se tornou célebre, como estava programado. Mas o símbolo deste momento para a história não foi o discurso, e sim a imagem feita de cima, em que aquele que acabara de se lançar não como candidato, mas como lenda, parece se transubstanciar na multidão: “Esse país tem milhões e milhões de Lulas” (continue a leitura).

Leia ainda, também de Eliane Brum: * Lula, o inconciliável (El País).

Carta Capital: * Uma frente para deter a escalada autoritária e libertar Lula * Intérpretes do país sem futuro * O ódio a Lula é reflexo do ódio secular aos pobresGGN: * Não haverá tempo para lágrimas * O fator que implode a decisão do STF * Os planos infalíveis de Ciro Gomes. Valor: * Lula é um mediador: está longe de ser um radical (Beluzzo) * El País: * Preso há 4 dias, Lula segue no jogo, mesmo fora do campo * A prisão de Lula, o ódio de classe e os golpes dentro do golpe (Mário Magalhães, The Intercept).
______________________________

Nenhum comentário: