sábado, 1 de setembro de 2018

Haddad presidente!

Esse desafio que um Poder Judiciário a serviço das elites lança sobre a sociedade brasileira transforma as eleições em vetor revolucionário: o país está diante de uma reviravolta política que se a unidade das forças progressistas permitir, vai consagrar a vontade popular, nas urnas e fora delas

Do El País: * O que a imprensa brasileira não disse (Mídia e Esfera Pública) * TSE mente para barrar candidatura de Lula (GGN) * Lula vetado, um barulho difícil de abafar (El País) * O estoque oculto de votos de Fernando Haddad * Nem Bolsonaro nem Marina vão para o 2o. turno. Da revista Exame: Com apoio de Lula, Haddad vai para o 2o. turno contra Bolsonaro. Poder 360A defesa de Lula na TSE (Poder 360). GGN: Facchin põe decisão da ONU acima da Ficha Limpa * PT divulga propaganda de Lula na internet e desafia TSE * PT reage ao TSE: apresentará todos os recursos para manter Lula. Uol: * Judiciário feriu soberania ao não aceitar recomendação da ONU, diz Haddad * TSE fez gol legítimo ao cassae Lula, mas levou olé na propaganda da Tv.


Melífluo, preocupado mais com próprias unhas
do que com o Direito
A retórica de Barroso para fazer do caso Lula uma exceção

Patrícia Faermann, GGN

Ministro ignorou prazos legais, criou sessão extraordinária, restringiu o direito garantido de defesa, adotou tempo recorde de análise das sustentações, mostrou-se vítima de relatoria do processo, rebaixou decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU, mas tentou tapar erros exaltando falso garantismo (leia mais).
______________________________

Nenhum comentário: