segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Incêndio no Museu Nacional: o Brasil em decomposição


Incêndio no Museu Nacional mostra um país que dissolve todas as suas instituições públicas nas mãos dos interesses privados dos empresários, refém do desprezo pela Cultura, pelo patrimônio da cidadania, pela Educação e pela Ciência; um país vítima da austeridade posta em prática para favorecer a especulação financeira e o capital internacional

Subtração de recursos promovida pelos golpistas atingiu não só a Saúde e a Educação em benefício dos grandes interesses privados; subtraiu também verbas preciosas para a Ciência e a Cultura: "uma ação deliberada de sucateamento"Os criminosos que promoveram ou foram cúmplices dessa política de terra arrasada do patrimônio nacional estão todos aí pregando o Estado Mínimo, posando de modernos e tentando nos convencer a votar neles...

A saga da pedra do Bendegó (Wikipedia

* Unesco estima que restauração do Museu Nacional levará 10 anos (DW) * Nova Agência Nacional de Museus é vista com temor pelos gestores da área (Carta Capital) * Banqueiros exigem demissão de reitor da UFRJ para dar dinheiro a museu (Correio Braziliense) * Incêndio no Museu Nacional do Rio de Janeiro (Revista Giz)* Destruição do Museu era tragédia anunciada, dizem pesquisadores (Estadão) * Destruição do Museu Nacional é a imagem da nossa falência (Barcinski, Uol) * Reitor ds UFRJ admite que falta de verbas inviabilizou obras de melhoria de infraestrutura (Folha) * Museu Nacional pega fogo na Quinta da Boa Vista (Jornal do Brasil) * Um museu de 200 anos em busca de renovação (Estadão) * Perda de acervo afeta ciência e educação básica do país (Folha) * Como explicar ao futuro que deixamos o Museu Nacional virar cinza (Folha) * Queimemos museus, livros, história. Civilização para quê? (Uol) * Em chamas, a governabilidade conservadora (Outras Palavras).
______________________________

Nenhum comentário: