quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Lula. Nobel da Paz?

 A indicação de Lula ao Nobel da Paz
Leia a matéria do l'Humanité
O ex-presidente Lula está sendo indicado para receber o Prêmio Nobel da Paz. A iniciativa, tomada por Adolfo Pérez Esquivel, laureado na mesma categoria em 1980, já recebeu o apoio de milhares de personalidades do mundo todo e foi divulgada ontem pelo jornal francês l'Humanité, um símbolo do pensamento progressista europeu fundado por Jean Jaurés. 

O simples fato de que se trata de uma indicação, ainda longe de obter o referendo da Academia Sueca que concede anualmente o prêmio, já é, por si, uma distinção. Se receber o Nobel, Lula estará entre nomes como Mandela, Luther King, Obama, Le Du To, Linus Pauling. Se não receber, ainda assim vai compor a galeria dos que foram apenas indicados, nem por isso menos importantes: Gandhi, por exemplo.

A simples hipótese, no entanto, leva intranquilidade aos grupos de extrema direita que se articulam em torno de figuras desqualificadas da política e da cultura brasileiras: Lula premiado, mas preso por um crime que não cometeu? Dificilmente o fato deixaria de gerar uma crise de amplas dimensões nos significados da representação ultraconservadora. Só para que se tenha uma ideia: para o Brasil de Bolsonaro sobrou pouca coisa de relevância no cenário internacional: Trump, Netanyahu... argh! quem mais? Neste caso, o reconhecimento de Lula, já na sua simples indicação ao prêmio, tem um forte desdobramento rearticulador das forças progressistas brasileiras. Tomara...

Leia mais: * Temo pela vida de Lula, diz Esquivel (Opera Mundi) * Justiça expõe viés persecutório ao dificultar ida de Lula ao enterro do irmão (Maria Carolina Trevisan, Universa, Uol) * A desrespeitosa decisão de Toffoli que ofende Lula e a memória de Vavá (Carta Capital) * O pior homem que já pisou neste país (Fernando Horta, GGN)
______________________________

Nenhum comentário: