segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Educação: Brasil queima o futuro

Nas mãos de interesses privados e com políticas públicas sem objetivos vinculados ao desenvolvimento do país, Educação brasileira desperdiça energia em recursos humanos e em tecnologia, um processo que acaba inviabilizando qualquer possibilidade de oferecer ao Brasil uma saída consistente para seu atraso. 

Para Marcos Dantas, transferência do ensino para os ambientes virtuais, com a adoção irrefletida de plataformas como o zoom, o teams, o google class room, deixou os estudantes nas mãos das corporaçõe privadas (IHU)

* Educação, grande alvo da extrema-direita
Boaventura de Sousa Santos adverte: escolas e universidades são alvo de um duplo ataque, o ideológico e o financeiro, articulados no projeto conservador. (Outras Palavras)

Jean Pierre Chauvin, da ECA/USP, reage às besteiras ditas pelo 'ministro' da Educação (Jornal da USP)
______________________________

Nenhum comentário: