domingo, 11 de abril de 2021

Quem oprime o Brasil?

Empresários condenam país a colapso social e humanitário

"Venha a nós o reino do vosso trabalho e da sua existência: fodam-se os brasileiros!"
A cena repetida à exaustão pela mídia não será esquecida tão cedo: sorrateiros, como ladrões, um grupo de empresários mineiros, na madrugada de um dia qualquer, reuniu-se na garagem de uma empresa de transportes em Belo Horizonte para apressar o privilégio da vacina fora da fila social e conseguir a imunização antes da sua vez. O que inicialmente foi visto como uma operação de contrabando de vacinas da Pfizer, foi afinal revelado como uma gatunagem para pegar otários e trouxas já que o conteúdo das seringas era soro fisiológico. A ironia, contudo, não deixa de expressar todo o simbolismo do acontecimento: o grupo de BH é uma síntese da imoralidade com que nossas elites empresariais - sempre acompanhadas da tecnocracia civil e militar que lhes dá sustentação - mostram que não valem o ar que respiram. No fundo, essa concepção egocêntrica e anti-social de suas práticas é a causa mais profunda do nosso atraso e tem que ser varrida do cenário político do país.


Nenhum comentário: