quinta-feira, 26 de maio de 2022

Pobreza extrema: o inferno neoliberal.

 ELEIÇÕES: A HORA DA MUDANÇA RADICAL NA DISTRIBUIÇÃO DA RENDA

Cenário de abandono social e de concentração da riqueza nas mãos de uma reduzida parcela da população brasileira coloca o Brasil na condição de 'campeão' mundial da desigualdade.  É a consolidação dessa estrutura de miséria o único projeto que os neoliberais têm como proposta nas eleições de outubro ainda que em disfarces variados - do bolsonarismo radical ao eufemismo da 3a via. A tarefa número um da sociedade brasileira é enxotar essa turma dos espaços de poder...

Leia e divulgue: * Retrato das desigualdades 4.0 no Brasil (Pochamann, Outras Palavras) * Macroeconomia: distribuição da renda no Brasl (Pochamann, Outras Palavras) * Pela revogação da reforma trabalhista (IHU) * A ex-classe média na fila da fome (Piauí) * Governo tira ajuda para família pobres para comprar tratores superaturados para aliados (exclusivo para assinantes, Folha) * Só em janeiro de 22, número de famílias em situação de miséria cresce 30% (G1) * Auxílio Brasil deixa de fora 2 milhões de famílias em extrema pobreza (Uol).

Nenhum comentário: