Ensino de Jornalismo e de... Comunicação




As novas diretrizes curriculares


* As Diretrizes críticas e a crítica das Diretrizes (Eduardo Meditsch, Transversais)


* As Diretrizes Curriculares de Jornalismo e o modelo cartorial do ensino universitário (Afonso de Albuquerque e Marco Antonio Roxo, Transversais)

* Epistemologias nos processos formativos de jornalistas no contexto da sociedade em midiatização (Antonio Fausto Neto, Transversais)

* Jornalismo: entre a busca por uma epistemologia própria e a necessidade de afirmação profissional e de pesquisa (Ana Lúcia Migowski da Silva, Transversais)

* Um aluno de jornalismo deveria ter uma sólida formação humanística... (IHU)

* Imediatismo e formação cultural no ensino de Jornalismo. Artigo meu publicado na revista Comunicação e Sociedade (Póscom da Metodista).

* Incertezas: assista ao debate sobre as diretrizes curriculares para os cursos de Jornalismo promovido pelo site Filocom

* Sobre os novos parâmetros para a formação em Jornalismo. Gibran Luis Lachowski (Observatório da Imprensa).

* Do nada ao lugar nenhum. Mécia Menescal (Observatório da Imprensa)

* Parecer 39/2013 do CNE sobre a proposta feita pela comissão de especialistas presidida pelo Prof. José Marques de Melo, ainda sem a homologação do Ministro da Educação. Algumas das críticas às novas diretrizes estão aqui. E a íntegra da resolução do CNE que instituiu as novas diretrizes.
______________________________

Diretrizes curriculares - o debate de uma década

* Antes de mais nada, conheça a diretrizes curriculares que estavam em vigor, entregues ao MEC em 1999 depois de ampla discussão em toda a área da Comunicação. A proposta levou em conta também o documento do Seminário de Campinas realizado em abril daquele ano.


* Conheça a proposta para as diretrizes curriculares de jornalismo apresentada ao MEC em 2009.

* Saiba qual foi a contribuição da SBPJor para a comissão que elaborou o documento que sugere novas diretrizes curriculares para o ensino de jornalismo.

* Leia os argumentos de Afonso Albuquerque e de Erick Felinto, ambos contrários às mudanças das diretrizes curriculares de Jornalismo e da atual estrutura dos cursos de Comunicação.

* Compós manifesta-se contrária às novas diretrizes curriculares para os cursos de Jornalismo. Em texto divulgado em listas de docentes, a Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação questiona a proposta apresentada ao MEC pela comissão de especialistas. Conheça a íntegra do documento aqui.
______________________________

O diploma


* O diploma e os desafios contemporâneos. Artigo de Venício A. de Lima, publicado no Observatório da Imprensa.


* Sobre cursos e currículos. Artigo de Muniz Sodré. Em sociedades irreversivelmente midiatizadas (instituições sociais em funcionamento quase simbiótico com mídia), cujo próprio solo relacional é feito de informação, a comunicação é matéria complexa, de conceituação anexa à de cultura, diz o autor em texto publicado no Observatório da Imprensa. Como assegurar à formação do jornalista essa complexidade é o que desafia a concepção das diretrizes curriculares dos cursos.

* Eduardo Meditsch e Nilson Lage escrevem sobre os dilemas do ensino do Jornalismo: Novas e velhas tendências e Para que serve um curso de Jornalismo.

* O que é preciso para ser jornalista? Vitor Ribeiro apresenta em seu blog as conclusões da pesquisa sobre as exigências que são feitas em vários países para o exercício da profissão (conheça os resultados).
______________________________

* Mais textos sobre o tema do ensino de jornalismo: acesse aqui.


A reforma curricular do curso da PUC


* Projeto de reforma curricular do curso de Jornalismo da PUC-SP, 2006. Conheça a íntegra do documento.

______________________________