Razões estruturais da crise brasileira

Eduardo Giannetti x André Singer

______________________________


* Depois de assistir ao clip, leia o Catálogo da captura corporativa no Brasil (da Vigência)
______________________________


* Outra chance perdida: Projeções indicam fim do bônus demográfico (Valor).

* Do sonho rooseveltiano ao pesadelo golpista (André Singer, Piauí)

* A nação dos puxadinhos_improvisação na na gestão do pais e domínio dos interesses privados sobre os públicos (Valor)

* A fragilidade do pensamento liberal brasileiro (Luis Nassif, GGN)

* Quando a meritocracia se torna a ideologia da desigualdade (GGN)

* Como defender meritocracia quando Brasil é o país que menos taxa heranças (IHU).


A crise dos caminhoneiros de maio de 2018:  

* Eu avisei, dizem Ciências Humanas sobre transportes (Outras Palavras)

Greve dos caminhoneiros: vitrine para a intervenção militar (El País)

* Abin e PGU investigam infiltração militar na paralisação (Piaui)

* Com greve dos caminhoneiros, conspiração toma conta de Brasília (Carta Capital)

* A greve dos caminhoneiros como catarse social (El País)

* Jesus é a favor do militarismo (The Intercept)

* O momento é mais delicado que do impeachment (Carlos Melo, Uol) 

* A centralidade do petróleo no golpe de 2016 (Outras Palavras)

Como se formou o nó que levou à greve (El País) 

Rombo na Petrobras motivou o reajuste de preços (Estadão) 

Temer prefere declarar guerra aos caminhoneiros do que desagradar o mercado (Sakamoto, Uol) 

O movimento que uniu direita, esquerda e a rejeição a Temer (El País

O Brasil em pane seca é o retrato do governo Temer (Sakamoto, Uol) 

O que o transporte por caminhões representa para o Brasil? (DW

República Federativa das Rodovias (El País

Comédia de erros (Folha
______________________________


Renato Janine Ribeiro analisa a crise brasileira (Voz Ativa)


* Não estamos nos anos 90 (Samuel Pessôa, Folha).

Benefícios fiscais superam gastos com saúde e com Educação (Carta Capital

Blairo Maggi: Estamos na iminência de uma grave crise social (Uol

Em conferência, entidades alertam para desmonte da educação pública (Carta Capital

Democracia é a única saída para a crise (Maria do RosárioSul21

A prisão de Lula vai contaminar a democracia no Brasil nas próximas gerações (João Moreira Salles, El País).

* As ocupações não são o problema; os prédios abandonados, sim (Carta Capital)

O tempo do PT (JB


* O Brasil perdido num mundo em transe (Belluzzo, Outras Palavras)


Prisão de Lula liquida a razão conciliatória (Christian Dunker, Outras Palavras)

* Modernização fracassada e manipulação dos sistemas de crenças: a luta por corações e mentes no Brasil (IHU)

* Num Brasil de duas Constituições concomitantes, a democracia é incompleta (Fábio Konder Comparato, IHU)

* Eu não posso brigar com a cadeia, nem me render; vou ler, estudar, fazer política (J. Dirceu, Folha)

* O inevitável e o imprevisto (FHC, Maria Cristina Fernandes, Valor)

* Os desafios da economia brasileira  - Estado do Bem-Estar Social depende do crescimento (IHU)

* Fé evangélica abraça as urnas na América Latina (El País)

O Estudo do golpe nas universidades (Le Monde) * Uma enciclopédia para entender o golpe (Carta Capital)

A ditadura do STF, pelo ministro Barroso (Valor

Lula é alvo da elite, mas esquerda precisa fazer autocrítica (Chomsky, Folha) 

Num Brasil de duas Constituições concomitantes, a democracia é incompleta (Fábio Konder Comparato, IHU).

O contexto que antecedeu a prisão de Lula:

Deus e o Diabo na volta das camisas amarelas (Piauí) * O Brasil e a recessão democrática (Piauí) * A farsa perigosa do MBL (Nexo) * O golpe como elemento da Guerra Híbrida (Outras Palavras) * Tânia Bacelar: Nossa elite é interessante. Todos liberais e dependentes do Estado (Pragmatismo Político) * O ultra-nacionalismo (Cultura) * Esquerda e direita, de lá para cá (Cultura)

A História nos condena:

Carta Capital: * A História nos condena (Fábio Konder Comparato) * A dominação oligárquica sempre existiu entre nós como algo natural (Rodrigo Martins entrevista Comparato).
__________


O fracasso das políticas de austeridade:

* Austeridade: a máquina estatal de produzir desigualdades (IHU) * Políticas econômicas: lições do México para o Brasil (Carta Capital) * Coalizão da sociedade lança mobilização pela revogação do teto dos gastos (IHU) *  Diretora do FMI admite que organismo subestimou a capacidade das sociedades em absorver a austeridade (El País) * Itália: duro recado à austeridade europeia (Outras Palavras)  * Austeridade, mito cruel e interesseiro (Outras Palavras) * História da austeridade, uma política econômica fracassada (Outras Palavras) * Português inimigo da austeridade comanda ministros da economia da Europa (El País)

* Indústria brasileira 2.5. O futuro do Brasil no contexto da Revolução 4.0 (IHU)

* Lucro das estatais triplicou em 2017 (Valor)

Sem Rumo: o Brasil no contexto da Revolução 4.0 (IHU)

* A crise do capitalismo brasileiro (Jornalistas Livres)

Daniel Aarão Reis: O sistema político brasileiro é um cadáver a céu aberto (El País

* Corrupção a la carte (especial Uol)

* Radicalizar a democracia (Piketty, Valor

* José Arthur Giannotti: Podemos sair da crise, mas não sairemos do século XX (IHU).

* Privatização condena o Brasil a ser empregado dos países ricos (Bresser Pereira, Uol).

Parlamentarismo: uma falsa proposta de modernização (Fernando Abrucio, Valor).

* Escolhas decisivas (sobre o orçamento federal, Valor)

* Assista: Jornada DIEESE sobre a reforma trabalhista (DIEESE).

* Qual a utilidade de Temer? (Poder 360).

* Por que já não basta eleger o presidente (Outras Palavras).

* Basta! Sociólogo Layemert Garcia dos Santos diz que sociedade chegou ao limite da paciência com os desmandos de Temer e quadrilha (Brasileiros).

* Valores dos trabalhadores nas periferias de São Paulo (Fundação Perseu Abramo).

* A reversão neocolonial do Brasil (Plínio de Arruda Sampaio Jr, IHU).

* O divórcio entre os tipos de modernização (Fernando Abrucio, Valor).

Brasil não soube assimilar entrada do povo na vida política (José Murilo de Carvalho, Folha).

* Somos ingovernáveis? Reflexões sobre o presidencialismo brasileiro (Revista da Faculdade de Direito da USP).

O Brasil patrimonialista, o esgotamento e a desorientação das forças políticas (IHU).

Brasil, crise e saída não ortodoxa (Outras Palavras).

* A esquerda menosprezou a importância da democracia (Leda Paulani, IHU)

* Marcos Lisboa: as reformas afetam a grupos de interesse, não à sociedade (El País)

* Anatomia do golpe do impeachment: as pegadas americanas (Tereza Cruvinel, Blog do Alok).

* Tendências: ★ Cresce apoio a ideias próximas à esquerda, aponta Datafolha (Uol) ★ Numa sociedade pautada por medos, bandeiras da direita registram refluxo (Uol).

* Atraso: ★ Perigo: Fiesp e CNI apoiam o governo (Elio Gaspari, Folha) ★ Marxismo Cultural, fantasma da direita tacanha (Outras Palavras) ★ O Brasil na rota da direita (Valor Econômico).

* Midia turbina estado de exceção (Blog do Miro).

* O divórcio entre os tipos de modernização (Fernando Abrucio, Valor).

Tirania do Judiciário não se limita ao STF, e fraudou democracia brasileira (Poder 360).

Brasil, crise e saída não ortodoxa (Outras Palavras).

* Marcio Pochman: O passado como projeto de governo (Rede Brasil Atual).
__________



* O consórcio bandeirante dos 3 poderes (Maria Cristina Fernandes, sobre o papel do PSDB na articulação do Judiciário com o Executivo em SP, Valor)

* O assalto (José de Souza Martins sobre a estrutura da corrupção, Valor)






* Dominação financeira, o caminho ao caos (Ladislau Dowbor, Outras Palavras)




* Como acontece o milagre? (sobre a intervenção do inesperado, Christian Dunker, Boitempo)


* A revolta das elites contra a redução das desigualdades (Márcio Pochmann, Rede Brasil Atual)






* O caminho da ditadura (Mauro Iasi, Boitempo)

* A maior crise desde o fim da ditadura (Fernando Abrucio, Valor)

* Quem quebrou o Estado brasileiro (Ladislau Dowbor, Outras Palavras)

* O Brasil que queremos (antologia de Emir Sader)





Pepe Escobar analisa as origens e as razões do golpe


➤ Nova Era: ★ O golpe e a dominação burguesa no Brasil (Carlos Eduardo Martins, Boitempo).➤ Osvaldo Coggiola: * Crise do Brasil capitalista é maior do que a guinada à direita (Boitempo).


➤ O país desigual: * O gráfico da desigualdade fiscal (Outras Palavras).

➤ Tons de cinza: * O Brasil de Temer (El País).


* O país desigual: O gráfico da desigualdade fiscal (Outras Palavras).


* Profundezas do atraso brasileiro (Fernando Abrúcio, Valor)



Jessé Souza discute a marca do patrimonialismo na política brasileira





Discussão promovida pelo jornal Valor Econômico sobre o tema O Conflito Distributivo
Coordenação da mesa: Maria Cristina Fernandes
Participantes: Samuel Pessôa, Maria Hermínia Tavares de Almeida e Renato Janine Ribeiro
(vídeo copiado para a plataforma Vímeo com base em download não autorizado feito do material disponível na edição de 20 de maio de 2016 - A chance o risco de Temer)
______________________________


O Brasil na era dos esgotamentos da razão política

Entrevista com Vladimir Safatle ao site do IHU
“Estamos em um momento de triplo esgotamento: de uma era histórica, de um modelo de desenvolvimento e da esquerda brasileira”, analisa Vladimir Safatle.
Leia aqui a íntegra da entrevista
______________________________

A desideologização do PT - O colapso do lulismo

Lula e a primeira dama, D. Marisa, num momento de afago populista:
ideologia da ascensão social e do arrivismo individualista gerou conservadorismo que apunhala o PT pelas costas
 
* No Prouni, pistas para compreender o Lulismo (matéria do site Outras Palavras). 

* Sobre o mesmo tema: A esquerda optou pela obsolescência da transformação social e se rendeu à ideia de que as coisas são feitas aqui e agora (entrevista com Henrique Costa no site do IHU).

Luiz Marques: a crise brasileira é a espuma superficial de um problema que a esquerda não quer ver (Boitempo).

* Nesta pasta, coletânea de artigos e ensaios sobre o Lulismo, todos inspirados no livro de André Singer, Os Sentidos do Lulismo.

* Nesta página, seleção de notícias que mostram como os projetos de reforma econômica - do mandato de Dilma iniciado em 2015 a Temer - estão voltados para os interesses do capital.

O Brasil profundo e irrepresentado: 




______________________________

Nenhum comentário: