sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Brasil, ano I

Jean Wyllys pode ser o primeiro sinal de uma era de
perseguições e obscurantismo

* Em carta ao PSOL, Jean Wyllys explica sua decisão (OM)

Ameaças de morte levam Jean Wyllys a desistir do mandato e a deixar o Brasil


Tempos difíceis para o presente e o futuro da democracia no Brasil. O noticiário traduz desordem institucional provocada pela obsessão totalitária dos grupos que levaram Bolsonaro ao poder, ele próprio interessado em criar uma situação de medo e de constrangimento. Nem mesmo as vozes do conservadorismo mais esclarecido conseguem ponderar sobre os riscos que esse quadro tem para os direitos constitucionais. Leia a matéria do El País

Outras leituras: * Moro pega caso de 2011 para dizer quem ameaça J.W. (GGN) * Figuras públicas se solidarizam com Jean Wyllys (Carta Capital) * A bancada de um homem só (piauí) * Jean Wyllys não está desistindo, está sendo expulso do país por criminosos (Ivana Bentes, Mídia Ninja).
______________________________

Nenhum comentário: