sexta-feira, 22 de março de 2019

Autofagia

Autofagia entre os golpistas pode varrer todo mundo,
inclusive o já em declínio governo Bolsonaro
Acho a prisão de Temer arbitrária porque ela revela a disposição do poder Judiciário em atropelar o rito da lei e dos direitos individuais em favor de contingências políticas. Foi assim com Lula e será assim com Temer: é a circunstância da vendetta - seja ela motivada pela ideologia anti-social das elies, seja pela necessidade de relançar a Lava Jato de Moro em favor do cambaleante governo Bolsonaro - o que determina o sentido das sentenças. 

Nada disso, no entanto, anula minha convicção de que Michel Temer é mesmo corrupto e está por trás de uma das maiores quadrilhas que já atuaram na vida pública brasileira. As perguntas incontornáveis são estas: Como é que um cara desses foi parar na Presidência da República? Como é possível que o PT tenha feito aliança estratégica com ele? Como é possível que a armação conservadora e "anti-corrupção" do impeachment de Dilma tenha encontrado em Temer o eixo articulador de toda a conspiração que derrubou a presidente? Como é possível que do alto da sua ilegitimidade tenha assinado medidas como as que assinou, entre elas a Reforma Trabalhista de 2017?

Penso que estamos diante de um processo de autofagia dos golpistas, uma espécie de máquina descontrolada que tem no grande capital - interno e externo, o financeiro e o empresarial - a construção gradativa de um regime de controle que vai varrer do mapa também o medíocre Bolsonaro, sempre na hipótese de que as forças populares não consigam se rearticular.

Leituras sugeridas: * Prisão da dupla Temer e Moreira forma a tempestade perfeita (Helena Chagas, DCM) * Prisão de Temer é boa notícia para Bolsonaro, mas é ruim para a reforma (Folha) * Prisão de Temer revigora Lava Jato e tumultua agenda do governo no Congresso (El País) * Irritado com Carlos Bolsonaro, Rodrigo Maia diz que está fora da articulação para a aprovação da reforma da Previdência (Fórum) * Prisão de Temer tumultua política e ameaça reforma (Valor) * Lava Jato desmonta governos mas é capaz de fazer o inverso? (Maria Cristina Fernandes, Valor)

______________________________

Nenhum comentário: