quinta-feira, 30 de abril de 2020

Embraer: o epílogo de um estelionato cometido com a conivência das elites empresariais do Brasil

A Embraer voa para o nada
Vendida à Boeing por uma ninharia, com as bênçãos de Temer e Bolsonaro, ela foi agora enjeitada. Maior empresa tecnológica do país está sem rumo. Ficará com a China? Cairá em irrelavância? Governo divide-se. Crise expõe país em queda livre (leia aqui a matéria de Raul Zibechi, Outras Palavras)

A venda da Embraer à Boeing passará para a história do Brasil como uma das transações mais ofensivas à soberania nacional: uma operação que chega a um desses atos conclusivos que nos envergonha. E o que é pior: o crime foi todo cometido com a cumplicidade das elites empresariais e tecnocráticas do próprio Brasil... 


Leia também as antologias do blog: 

______________________________

Nenhum comentário: