segunda-feira, 24 de agosto de 2020

O troglodita do Planalto

'Minha vontade é encher tua boca com uma porrada'

Resposta do presidente da República à pergunta do repórter
(Brasília, 23 de agosto de 2020)

Em qualquer país do mundo, a violência da reação do mais alto mandatário da  nação ao jornalista motivaria seu afastamento imediato do cargo. O motivo é simples: a rispidez oferecida à pergunta é uma ameaça à integridade física de alguém, e este é um crime passível de prisão. Um presidente da República não tem entre suas prerrogativas a de decidir espancar quem quer que seja, e precisa ser contido pela polícia caso tente colocar em prática o instinto criminoso que exibe acintosamente em público, como se tivesse a certeza da impunidade.

O fato ocorrido em Brasília, no entanto, revela mais: Bolsonaro é um sujeito destemperado e violento. Arrisco a dizer: dotado de uma personalidade psicopata que põe em risco a nação. As inúmeras vezes em que manifestou isso, nas oportunidades em que defendeu a tortura e a morte, seu apego às armas, a defesa que faz da destruição ambiental, sua indiferença diante da crise sanitária que já ceifou a vida de mais de 100 mil brasileiros vítimas do descaso com que colocou o governo a serviço do combate à pandemia, tudo isso são traços reveladores de um doente que precisa viver isolado sob observação permanente, mais bem vestido com uma camisa de força do que com o fraque e a faixa presidencial.

No nosso triste Brasil de 2020, um cara desses, no entanto, é apadrinhado por empresários, por líderes religiosos, por jornais e outros veículos de comunicação, protegido pela Câmara dos Deputados (que já acumula mais de 50 pedidos pelo seu impeachment), por tribunais diversos. Até que uma tragédia ainda maior do que essa que estamos vivendo reverta esse cenário, somos reféns de um covarde e dos seguidores e simpatizantes que o protegem. Não terá chegado a hora contundente das ruas?

Leia a matéria do Uol que dá conta dos instintos selvagens de Jair Bolsonaro, o homem que foi eleito presidente da República e que celebra sua popularidade inferior a 1/3 da população brasileira: * Bolsonaro diz a repórter: "Minha vontade é encher tua boca com porrada"

Ps. Mas a pergunta do repórter não quer calar: afinal, por que um meliante como Fabrício Queiroz teria depositado 89 mil reais na conta da 1a dama?

Três pistas:

* Por que Michelle recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz (Outra Saúde
Não é trollagem: Bolsonaro tem muito a responder sobre rachadinha (Uol) * Os 89 mil reais pagos a MIchelle Bolsonaro são a ponta do iceberg envolvendo dinheiro vivo (El País)
______________________________

Nenhum comentário: