quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

O gozo do genocida

Na marca dos 180 mil mortos, com o país confrontado com a maior crise sanitária e econômica da sua história, índices inéditos de desemprego e miséria, sem uma única política pública que ofereça à sociedade algum alento para o descontrole dos próximos anos, Bolsonaro - um desqualificado - ofende a dignidade nacional e amplia a lista de crimes pelos quais será julgado.

Nenhum comentário: