sexta-feira, 29 de janeiro de 2021

Empresários contra o Brasil

Vacinas: empresas tramam mega fura-fila

Em foto tirada em uma das muitas manifestações de apoio a Bolsonaro, empresários festejaram a rapina covarde que promoveriam contra os trabalhadores brasileiros. Sob a pandemia, cobiça desenfreada duplicou... 

Raquel Torres
Outras Palavras 

Depois de negligenciar compra de imunizantes, governo dá sinal verde
 a plano que pode tirar milhões de doses dos grupos prioritários.
E mais: pandemia ameaça economia global; caótico, 
ultracapitalismo não consegue enfrentá-la

O governo federal mandou uma carta à AstraZeneca dizendo que não se opõe à compra de 33 milhões de doses da vacina contra a covid-19 pelo setor privado. O documento foi obtido primeiro pelo Globo e se refere a uma negociação de empresários revelada ontem cedo pelo Painel da Folha


A história, segundo apurações de vários repórteres, é a seguinte: desde meados da semana passada, um grupo de grandes empresas tem conversado com o Ministério da Saúde para negociar a autorização para a compra do lote. As 33 milhões de doses estariam disponíveis para venda a partir da Inglaterra, desde que pelo menos 11 milhões fossem adquiridas de uma só tacada. Para isso, a pasta deveria editar um ato estabelecendo quais seriam as condições para a permissão. E, pelo acordo em andamento, metade das doses adquiridas seriam doadas ao SUS, enquanto a outra parte seria distribuída entre os funcionários das empresas e seus familiares (continue a leitura).

__________


Nenhum comentário: