sábado, 4 de setembro de 2021

7 de setembro, nas ruas: contra Bolsonaro e em defesa da democracia

O golpista encalacrado

O desvario bolsonarista é um ensaio para o caos, produto da mais reacionária e fétida elite que habita o Brasil - o baronato e seus tentáculos, na economia, na mídia, no Congresso. É uma nódoa...

O homem está mais do tamanho do capitão e do sargento do Riocentro

Fernando Barros e Silva, Piauí

Jair Bolsonaro é hoje muito menos candidato à reeleição presidencial do que candidato a golpista. As duas personas obviamente se confundem, mas à medida que o caminho até as urnas (eletrônicas) se torna mais difícil, a fantasia da ruptura da ordem democrática ganha espaço na retórica, nas ações e nos cálculos do presidente, essencialmente um arruaceiro (continue a leitura).

Leia também: * Perigo à vista (Sérgio Fausto, Piauí) * 7 de setembro será laboratório para a extrema direita de Steve Bannon (Uol) * É a lógica miliciana que governa o Brasil (Bruno Paes Manso, Intercept) * O viagra do Bozo (Maria Rita Kehl, A Terra é redonda) * O motim neofascista (Milton Pinheiro, A Terra é redonda).

Nenhum comentário: