A banalidade do mal

Doria e Moro repetem como farsa a tragédia de Eichmann retratada na obra A Banalidade do Mal, de Hannah Arendt

Clipping do blog:

* Em lugares e posições diferentes, mas um único roteiro (do blog)




O Estado Policial de Bolsonaro (Rogério Dutra, GGN).


➤ Tribunais de exceção: ★ De mãos amarradas (André Singer, Folha) ★ ControlC + ControlV na sentença da juíza (GGN) ★ As pérolas de Hardt (GGN).
__________

Nenhum comentário: