A Sedução fascista


Desengano, perspectivas cinzentas para a vida, frustrações de toda a sorte, a irresolução do self, um caldo de cultura que alimenta um rancor que dirige o cotidiano, o outro como inimigo... penso que são esses os ingredientes da subjetividade que transformam o apelo fascista numa narrativa sedutora e catártica. Os textos abaixo procuram elucidar esse enigma do capitalismo: um sistema de signos discursivos que cativa pelo seu potencial predador... um ideologia que dá sustentação à racionalidade totalitária...




* O que é fascismo? (George Orwell, Nexo)


O fascismo eterno (Umberto Eco, Jornalistas Livres)


Introdução à vida não fascista (Foucault, Adriel Dutra, Letra Filosofia)









O impeachment foi uma virada fascista e conservadora sobre a cultura (Ivana Bentes, Revista Latinoamericana de Estudos Culturais)


* Observações sobre o totalitarismo (A Terra é redonda)

* Microfascismos, gênese e saídas possíveis (Outras Palavras)

* A escalada fascista (contexto do relatório sobre os opositores antifascistas feito pelo governo Bolsonaro)

Outros clippings:

Nenhum comentário: